Olá, caros leitores!

Peço desculpas pelo grande intervalo entre um post e outro, mas foi por um bom motivo. Fui convidada para tirar férias (só para quem pode, né, meninos!) no Rio de Janeiro durante todo o mês de fevereiro. Até me chamaram para desfilar numa escola e vocês devem saber qual era, mas me contentei em ficar no meu camarote de luxo, com ar condicionado e champanhe. Sinto que tomei a decisão correta.

Enfim, gente. Hoje pela tarde fui tirar satisfação com a glamourosa Belatriz Lestrange sobre a recente acusação que ela recebeu de um dos meus leitores, o Guiga.

O Guiga me elogiou e tudo mais dizendo, no começo do mês passado:

Rita, muito boa a sua matéria!!!! Mas eu queria uma entrevista com a queridinha de aquele-que-não se-deve ser-nomeado, Belatriz Lestrange!!! Ouvi rumores que ele tem um caso às escondidas!!!!!
E queria saber a verdade.

E fui atrás, menino!

Aparatei na frente da mansão dos Lestrange e bati à porta. Rodolfo Lestrange, isso mesmo, o marido chifrudo, de roupão, me atendeu. Ele fez uma cara de espanto logo quando me viu e foi logo dizendo: “Eu não sei onde ela está!”.

Entrei na casa e fui convidada a sentar. Olhei para os cantos espantada com a imundice daquele lugar. Passei as mãos antes de sentar no sofá e ela voltou negra. Olhei para o Sr. Lestrange. Ele estava prestes a cair em lágrimas. Também choraria se tivesse uma mulher safada como aquela. Aproveitei a situação e não sentei na cadeira cheia de poeira e fui dar batidinhas falsas em suas costas.

Perguntei-o o que havia acontecido e ele apenas murmurou: “Ela costuma dar umas escapadas duvidosas, mas sempre volta antes que o dia amanheça. Desta vez isto não aconteceu! E se fosse um chamado do Lorde das Trevas, eu saberia né?”. Tive vontade de dizer: “você é sempre o último a saber mesmo…”, mas achei que deveria me compor, julgando a situação em que o homem se encontrava.

Aproveitando a situação de pessoa frágil que ele se encontrava, perguntei: “E ela costumava pular a cerca?”. Ele apenas falou: “Ela não pulava. Ela arrombava”.

Bem, gente. Concluam vocês o que aconteceu com ela. Para mim, ela decidiu ir viver de vez com Você Sabe Quem seu amante.